quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Nova tragédia sendo anunciada

Bastaram algumas semanas de escassas chuvas para que o nível do Rio dos Sinos voltasse a expor seu estado agonizante. Segundo a matéria publicada no Jornal VS de hoje, dia 27, com o curto período de escassas chuvas que tivemos nas últimas semanas, o Sinos estava com o índice de oxigênio, aquém do mínimo de 2mg/l, quantidade essa que considera a condição crítica. A matéria relata que há mais de 150 empresas potencialmente danosas ao rio. Certamente essas empresas, são incluídas nas estatísticas econômicas que tentam demonstrar a pujança da região em termos de empregos, faturamento, etc.
Existe alguma inteligência nisso? De que adianta termos estas empresas poluindo diariamente o rio que nos abastece de água, onde a vida insiste em se manter, mesmo em condições tão precárias?
Como sempre falta aquela atitude que faz a diferença. Governos, a grandiosa maioria deles, seja de qual partido for, costumam ficar só no entorno, apenas na casca, fazendo de conta que algo está sendo feito. Mensalmente tomamos conhecimento de reuniões, aqui e lá, entre prefeitos da Bacia do Sinos, nos iludindo que alguma atitude está sendo tomada.
A prova está aí, mais uma vez. A ameaça paira. E o verão, estação onde ocorrem períodos mais frequentes de seca, ainda nem deu as caras. Mais uma vez, a vergonha da mortandade está sendo anunciada.


2 comentários:

Fernando Ferro disse...

E os inconsequentes aterramentos de nascentes ainda são realizados na Vila Nova e Campestre. E olha que na Av. São Borja, tem placa informando investimento de R$30 milhões para recuperar o que ainda está sendo destruído: o Arroio Kruse, importante fonte complementar de água limpa e oxigenada ao Rio dos Sinos.

floresurbanas disse...

E o senhor prefeito tem suas falas recheadas dos méritos da cidade no que se refere à preservação ambiental, como ocorreu nesta semana, ali no Museu do Trem. De onde vem tamanha coragem? Sem comentários... sem palavras. TRISTE BRASIL! Lamentável vale capilé!

Revisão do Plano Diretor

Motivados pela supressão de áreas verdes e matas nativas na nossa cidade para fins de especulação imobiliária, nós exigimos a imediata REVISÃO DO PLANO DIRETOR DE SÃO LEOPOLDO!

ASSINE!

Fique sabendo sobre as últimas novidades do "Amigos do Morro do Espelho"

Insira seu email:

Delivered by FeedBurner