sábado, 17 de setembro de 2011

Prefeitura torra o dinheiro público comprando imóveis encalhados


Em dezembro de 2005, o prefeito Ary Vanazzi anunciou a compra da antiga fábrica de correntes da Gerdau no bairro Rio dos Sinos por mais de R$ 2 milhões a fim de instalar naquele local um Centro de Eventos. Passados quase 6 anos, o ainda prefeito Ary Vanazzi compromete mais R$ 7 milhões comprando o antigo Imalas utilizando a mesma justificativa: um Centro de Eventos. Outro Centro de Eventos.
Isto é fato, publicado no site da prefeitura municipal: siga este link.

Vamos tentar adivinhar qual será a explicação para isso?




3 comentários:

Anônimo disse...

Pensando bem, não seria pelo espírito altruísta da administração popular e participativa de ajudar os proprietários de empresas falidas? Não estaria aí o surgimento de um novo serviço social, o Bolsa Falência?
Antonio Barcellos

Anônimo disse...

Interessante que ninguém na Câmara de Vereadores levantou essa lebre! Estamos sem administração pública, sem vereança e com muitas contas para pagar! Quem diria que a Bolívia vem sendo exemplo de reação legítima do interesse e vontade do povo!

Jairo Adriano de Mello disse...

Na Câmara de Vereadores teve sim quem tentasse discutir.. Mas foi IMPEDIDO pela "democracia", sob o argumento da URGENCIA.. De quem mesmo a urgência?