sábado, 13 de novembro de 2010

Por uma associação de moradores já!

Este é o estado que deixaram o terreno que aparece em vermelho no mapa.
Essa área tem a frente para a Mario Sperb.

Este terreno está localizado na Mario Sperb e fica entre as piscinas do sindicato dos metalúrgicos e o outro terreno que já varreram o verde. Essa área vai até a Wilhelm Rotermund, tem uma vertente, banhado, que formam um ecosistema.
Notem, à direita, abaixo, que há uma placa. Nela diz: vende-se. Já houve intenção de se construir ali um condomínio.
O mesmo terreno da foto anterior.

Temos ultimamente acompanhado a descaracterização que o nosso bairro tem sofrido.
Na verdade, é o descaso de todos, administração pública e cidadãos, que tem tornado nossas cidades, ambientes em extrema degradação. Com o Morro do Espelho não é diferente.
Um edifício de 10 andares está prestes a ser construído na Mário Sperb e uma área verde maior ainda, na esquina da Wilhelm Rotermund com a Amadeo Rossi, 2 grandes prédios estão nos planos de uma grande construtora.

Nesse passo, dentro de 10 anos, o verde e seus pássaros, tão característicos dessa região, a calma e a tranquilidade acima da média, que inclusive faz com que pessoas de outros bairros dirijam-se a este bairro para agradáveis caminhadas e simplesmente curtir tudo isso, não existirão mais.
Diante disso, alguns moradores estão se organizando e iniciaram um movimento, que embora motivados inicialmente pela preservação do Bosque São Francisco, visa tornar-se em breve numa associação de moradores. Uma associação para:
  • Promover e defender os interesses dos cidadãos reinvindicando seus direitos junto às autoridades públicas
  • Criar um sentimento de bairro, de vizinhança, de comunidade para que as pessoas não vivam apenas restritas ao seu espaço privado, mas possam estar também num ambiente de integração com a sua comunidade, criando situações, como as relacionadas aos esportes, atividades sociais e de discussões, promovendo a interação e a articulação entre os moradores do Morro do Espelho
  • Informar os cidadãos moradores do Morro do Espelho e mobilizá-los na organização de seu ambiente, seja para o desenvolvimento ou melhoria dele a fim de garantir a vivência em harmonia entre todos
  • Viabilizar condições de infra-estrutura para que os moradores do bairro possam promover suas atividades esportivas, sociais e culturais
  • Incentivar seus cidadãos a serem membros ativos da comunidade através da participação na gestão e na execução das atividades e serviços
  • Envolver-se em questões de meio ambiente e desenvolver uma estruturas que possam fazer intervenções apropriadas
  • Apoiar e promover o intercâmbio com outras associações de bairro existentes em São Leopoldo
Somente uma comunidade consciente e organizada pode ter condições de fiscalizar e atuar em seu próprio ambiente.
Os maiores exemplos de que esta postura resulta em um salto na qualidade de vida, são os observados em inúmeras cidades da Europa, mas há exemplos que começam a surgir no Brasil. A diferença está apenas na iniciativa, no fazer.
Espero que haja motivação suficiente entre nós e que possamos concretizar o projeto de uma associação. É uma atitude onde todos saem ganhando.

4 comentários:

Fernando Ferro disse...

Marcelo, providenciaremos a criação da Associação Amigos do Morro do Espelho. É uma questão de ordem, e uma necessidade da comunidade. Tenho a motivação de sobra! Abraço.

Fernando Ferro disse...

Que órgão "responsável" teria aprovado isso? A sigla talvez seja SEMMHUMMMM!Temos Acompanhado diversas situações semelhantes por toda a cidade.

Anônimo disse...

alguem sabe que construtora quer construir os predios ali?

Marcelo Hernandez Borba disse...

Há algumas pessoas que por total covardia, não identificam-se para que possam por trás desse anonimato tentar ofender. Obviamente figuras como esta tem seus comentários vetados.